sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Inutilidade

Ainda era madrugada, 5 horas da manhã. Me faltava sono, fome e vontade. Vontade de tudo. Não queria mais ficar na cama, entretanto, não queria levantar. Não queria ficar com fome, mas também não queria fazer café. Só queria sumir. Que a cama me engolisse, que por um minuto eu parasse de existir. Inútil pensamento. Nada que eu quisesse ou fizesse o tiraria de lá, dos braços dela, da cama dela. E nada que eu quisesse ou fizesse o tiraria daqui, da minha mente, de mim. Virei pro lado, voltei a dormir. Eu ainda quero que isso seja só um sonho. Quero acordar e ver que nada disso aconteceu, que eu não te conheço nem de nome. Más notícias: já são 11 horas e eu continuo igual. A mesma das 6 horas atrás.

8 comentários:

  1. Ah, passei exatamente por isso no ano passado, e sei que é a pior sensação do mundo. Felizmente passa. Pode demorar uma semana, um mês ou um ano, mas passa. Parece mentira quando a gente está vivenciando a experiência de dentro, mas é verdade. Espero que essa sua sensação passe o mais rápido o possível.

    Se quiser alguém pra conversar, me add no MSN: tiff_cobain@hotmail.com

    Besos :**

    ResponderExcluir
  2. Isso é horrível mesmo... ah, já estava com saudades de ler seus textos! haha
    Beijo e feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  3. As vezes eu fico assim dentro de casa tambem.
    Uma coisa de doido.
    Vou te seguir

    ResponderExcluir
  4. Estava com saudades dos seus textos.
    Me identifico tanto com voce.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Hã? Quer mudar, mas continua igual...? acho que não entendi..

    ResponderExcluir
  6. Desculpe fazer propagando aqui '___'. mas, vi que já fiz um comentário...então, dá uma olhada no meu blog: www.emyhouse.blospot.com

    ResponderExcluir